Paróquia Santa Catarina realiza bate-papo sobre as eleições 2018

No evento, sacerdote, cientista político e servidor da Justiça Eleitoral irão tirar dúvidas sobre o pleito

A Paróquia Santa Catarina irá realizar, no próximo domingo, 16 de setembro, após a missa das 19h, um bate-papo sobre as eleições 2018. Intitulado “E o teu voto, como vai?”, o evento terá a presença do padre Paulo César Nodari, do cientista político, João Ignácio Pires Lucas, e do chefe de cartório da 169ª Zona Eleitoral, Edson Borowski. A mediação será feita pelo jornalista Tales Armiliato. Além disso, os participantes serão recebidos com música e um ambiente descontraído.

Continue lendo “Paróquia Santa Catarina realiza bate-papo sobre as eleições 2018”

Anúncios

Nota da CNBB sobre o Momento Nacional

Nota-oficial_presidência-OK.pngPela Ética na Política

“O fruto da justiça é semeado na paz” (Tg 3,18)

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, por meio de sua Presidência, unida aos bispos e às comunidades de todo o país, acompanha, com espanto e indignação, as graves denúncias de corrupção política acolhidas pelo Supremo Tribunal Federal. Segundo a Constituição, Art. 37, é dever de todo servidor público, principalmente os que detêm elevadas funções, manter conduta íntegra, sob pena de não poder exercer o cargo que ocupa.

Continue lendo “Nota da CNBB sobre o Momento Nacional”

Nota da CNBB sobre a Reforma da Previdência

(des) reforma.png

“Ai dos que fazem do direito uma amargura e a justiça jogam no chão”
(Amós 5,7)

O Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, reunido em Brasília-DF, dos dias 21 a 23 de março de 2017, em comunhão e solidariedade pastoral com o povo brasileiro, manifesta apreensão com relação à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, de iniciativa do Poder Executivo, que tramita no Congresso Nacional.

O Art. 6º. da Constituição Federal de 1988 estabeleceu que a Previdência seja um Direito Social dos brasileiros e brasileiras. Não é uma concessão governamental ou um privilégio. Os Direitos Sociais no Brasil foram conquistados com intensa participação democrática; qualquer ameaça a eles merece imediato repúdio.

Continue lendo “Nota da CNBB sobre a Reforma da Previdência”

O que é Caatinga? Conheça…

CAATINGA.png

Seguimos o nosso percurso quaresmal, preparando da Páscoa e a nossa viagem de conhecimento dos Biomas brasileiros, tema da Campanha da Fraternidade deste ano.

A Caatinga é um lindo e importante Bioma brasileiro. É o único dos seis que é exclusivamente do Brasil, não ocorrendo em nenhum outro país. Uma de suas características mais fortes é o seu clima, que condiciona toda a vida que acontece no seu interim. Mas, também devido ao clima semiárido, pairam muitos preconceitos em relação à Caatinga.

Continue lendo “O que é Caatinga? Conheça…”

Ano-novo: gratidão, paixão e esperança

121844_Papel-de-Parede-Fogos-vermelhos_1920x1200.png

Ao chegarmos ao final de mais um ano uma atitude é fundamental: gratidão. Ser grato talvez seja uma das maiores virtudes que podemos cultivar em nossos dias. Os tempos são de verdadeira insatisfação, muitas reclamações. É interessante notar, há uma facilidade em apontar erros e ressaltar aquilo que não deu certo, enquanto há dificuldade em se perceber os acertos, as belezas da vida. Portanto, ao encerrar o ano de 2016, olhemos com gratidão a tudo o que nos foi possível viver, principalmente tenhamos gratidão pelas boas experiências que tivemos, se possível façamos memória delas. Gratidão também, pelas pessoas que fizeram parte de nossa história nos últimos 366 dias e se for necessário olhar para as situações não tão boas, olhemos com a intenção de tirar de tudo isto um bom aprendizado para nossa vida.

Ao vivenciarmos o momento que chamamos de “virada de ano”, ou seja, o término de 2016 e o início de 2017, façamos isto com profunda paixão. Empenhemo-nos em viver este momento com amor, com intensidade e, se for possível, não o façamos sozinhos, mas na presença de alguma pessoa que nos ama e a quem amamos, algum familiar, amigo(a). Celebrar este recomeço, este renascer, enfim, esta data com paixão, com entusiasmo, com alegria no coração é também fundamental nestes tempos onde já não se vive mais intensa e plenamente nenhuma experiência, nenhum momento.

Continue lendo “Ano-novo: gratidão, paixão e esperança”

Nota da CNBB em defesa da vida

cropped-principais-cuidados

“Propus a vida e a morte; escolhe, pois, a vida ” (cf. Dt. 30,19)

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil  (CNBB), por meio de sua Presidência, manifesta sua posição em defesa da integralidade, inviolabilidade e dignidade da vida humana, desde a sua concepção até a morte natural (cf. Constituição Federal, art. 1°, III; 3°, IV e 5°, caput).

A CNBB respeita e defende a autonomia dos Poderes da República. Reconhece a importância fundamental que o Supremo Tribunal Federal (STF) desempenha na guarda da Constituição da República, particularmente no momento difícil que atravessa a nação brasileira. Discorda, contudo, da forma com que o aborto foi tratado num julgamento de Habeas Corpus, no STF.

Reafirmamos nossa incondicional posição em defesa da vida humana, condenando toda e qualquer tentativa de liberação e descriminalização da prática do aborto.

Conclamamos nossas comunidades a rezarem e a se manifestarem publicamente em defesa da vida humana, desde a sua concepção.

Nossa Senhora, Mãe de Jesus e nossa Mãe, interceda por nós, particularmente pelos nascituros.

 

Brasília, 1º de dezembro de 2016

 

Cardeal Sergio da Rocha

Arcebispo de Brasília-DF

Presidente da CNBB

 

Dom Murilo S. R. Krieger

Arcebispo de São Salvador-BA

Vice-Presidente da CNBB

 

Dom Leonardo Ulrich Steiner

Bispo Auxiliar de Brasília-DF

Secretário-Geral da CNBB

Nota da CNBB sobre a PEC 241

14590374_1128641780505786_8122376463657516675_n.png

“Não fazer os pobres participar dos próprios bens é roubá-los e tirar-lhes a vida.”
 (São João Crisóstomo, século IV)

 

O Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, reunido em Brasília-DF, dos dias 25 a 27 de outubro de 2016, manifesta sua posição a respeito da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/2016, de autoria do Poder Executivo que, após ter sido aprovada na Câmara Federal, segue para tramitação no Senado Federal.

Apresentada como fórmula para alcançar o equilíbrio dos gastos públicos, a PEC 241 limita, a partir de 2017, as despesas primárias do Estado – educação, saúde, infraestrutura, segurança, funcionalismo e outros – criando um teto para essas mesmas despesas, a ser aplicado nos próximos vinte anos. Significa, na prática, que nenhum aumento real de investimento nas áreas primárias poderá ser feito durante duas décadas. No entanto, ela não menciona nenhum teto para despesas financeiras, como, por exemplo, o pagamento dos juros da dívida pública. Por que esse tratamento diferenciado?

A PEC 241 é injusta e seletiva. Ela elege, para pagar a conta do descontrole dos gastos, os trabalhadores e os pobres, ou seja, aqueles que mais precisam do Estado para que seus direitos constitucionais sejam garantidos. Além disso, beneficia os detentores do capital financeiro, quando não coloca teto para o pagamento de juros, não taxa grandes fortunas e não propõe auditar a dívida pública.

Continue lendo “Nota da CNBB sobre a PEC 241”