Ano-novo: gratidão, paixão e esperança

121844_Papel-de-Parede-Fogos-vermelhos_1920x1200.png

Ao chegarmos ao final de mais um ano uma atitude é fundamental: gratidão. Ser grato talvez seja uma das maiores virtudes que podemos cultivar em nossos dias. Os tempos são de verdadeira insatisfação, muitas reclamações. É interessante notar, há uma facilidade em apontar erros e ressaltar aquilo que não deu certo, enquanto há dificuldade em se perceber os acertos, as belezas da vida. Portanto, ao encerrar o ano de 2016, olhemos com gratidão a tudo o que nos foi possível viver, principalmente tenhamos gratidão pelas boas experiências que tivemos, se possível façamos memória delas. Gratidão também, pelas pessoas que fizeram parte de nossa história nos últimos 366 dias e se for necessário olhar para as situações não tão boas, olhemos com a intenção de tirar de tudo isto um bom aprendizado para nossa vida.

Ao vivenciarmos o momento que chamamos de “virada de ano”, ou seja, o término de 2016 e o início de 2017, façamos isto com profunda paixão. Empenhemo-nos em viver este momento com amor, com intensidade e, se for possível, não o façamos sozinhos, mas na presença de alguma pessoa que nos ama e a quem amamos, algum familiar, amigo(a). Celebrar este recomeço, este renascer, enfim, esta data com paixão, com entusiasmo, com alegria no coração é também fundamental nestes tempos onde já não se vive mais intensa e plenamente nenhuma experiência, nenhum momento.

Continue lendo “Ano-novo: gratidão, paixão e esperança”

Anúncios

Deus demora a fazer justiça?

oração-para-pedir-a-justiça-de-Deus-e1458334336785-552x280.png

Frequentemente os cristãos são alvos de perguntas embaraçosas. Um exemplo prático: se Deus existe, por que Ele permite o mal? Ao olhar a situação do mundo em nossa época, muitos ficam sem saber o que argumentar. Onde estaria Deus ao permitir a queda de um avião que vitimou 71 pessoas? Ou ainda, será que Ele dormia enquanto uma boate era incendiada e jovens morriam asfixiados?

Há que se fazer algumas considerações: o avião não teria caído e nem a danceteria incendiado se não existisse a ganância. Dois mil anos atrás, a situação era a mesma: Roma tomava conta de um vasto império, fariseus eram gananciosos e convencidos de que a salvação estava em suas mãos. Sem contar que Herodes tinha medo de perder sua majestade para o rei que fora anunciado pelos profetas… mas onde estava Deus naquela época?

Continue lendo “Deus demora a fazer justiça?”

Nota da CNBB sobre a reforma do Ensino Médio

15193612_1151935768176387_1337713352319815747_n.png

“A fim de que os estudantes tenham esperança!”
(Papa Francisco, 14 de março de 2015)

O Conselho Episcopal Pastoral (CONSEP), da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, reunido em Brasília-DF, nos dias 22 e 23 de novembro de 2016, manifesta inquietação face a Medida Provisória 746/16 que trata da reforma do Ensino Médio, em tramitação no Congresso Nacional.

Segundo o poder executivo, a MP 746/16 é uma proposta para a superação das reconhecidas fragilidades do Ensino Médio brasileiro. Sabe-se que o modelo atual, não prepara os estudantes para os desafios da contemporaneidade. Assim, são louváveis iniciativas que busquem refletir, debater e aprimorar essa realidade.

Contudo, assim como outras propostas recentes, também essa sofre os limites de uma busca apressada de solução. Questão tão nobre quanto a Educação não pode se limitar à reforma do Ensino Médio. Antes, requer amplo debate com a sociedade organizada, particularmente com o mundo da educação. É a melhor forma de legitimação para medidas tão fundamentais.

Toda a vez que um processo dessa grandeza ignora a sociedade civil como interlocutora, ele se desqualifica. É inadequado e abusivo que esse assunto seja tratado através de uma Medida Provisória.

Continue lendo “Nota da CNBB sobre a reforma do Ensino Médio”

Finados, dia de refletir sobre a vida

IMG_5255.JPG

O dia de Finados é uma “data simbólica para o afloramento de sensibilidades inerentes ao fenômeno físico da morte” (Ribeiro, 2008, p.210). O autor nos faz lembrar que, nesse dia, o sofrimento pela perda de alguém que amamos fica mais forte. Sentimos uma mistura de emoções, as quais nem sempre sabemos como lidar. O tempo, a oração, a união familiar e os amigos nos ajudam a superar esses sentimentos doloridos. Por mais que saibamos que a morte é certa, queremos os que amamos ao nosso lado. Esta separação é difícil de aceitar.

Continue lendo “Finados, dia de refletir sobre a vida”

6 dicas para aproveitar o horário de verão

caminhar

Amado por uns, odiado por outros, chegou o horário de verão. A partir do último domingo (16), as noites ficam mais curtas e os dias se alongam por uma hora. Oficializado, no Brasil, em 1985, esse período visa a economia de energia elétrica nos horários de pico, geralmente entre 18h e 21h. Até o dia 19 de fevereiro de 2017, os brasileiros terão mais tempo para desenvolver suas atividades à luz do dia.

Gostando ou não, resta aproveitar. Horário de verão lembra festas de fim de ano, férias e outras celebrações. Geralmente, os mais jovens gostam de aproveitar esse tempinho no fim do dia para praticar esportes ou fortalecer a convivência. No entanto, algumas pessoas se detêm na reclamação de perdem uma hora de sono.

A Paróquia Santa Catarina, atenta ao bem-estar dos fiéis, leitores e dos que acompanham as redes sociais, traz algumas dicas para você aproveitar esse tempo agradável que estamos iniciando. Que tal?

Continue lendo “6 dicas para aproveitar o horário de verão”

Professor: semeador, chamado a cuidar da vida

 

1853_426537834100449_1293637278_n.jpg
Fabrícia Biolchi – Professora de Química

 

O que é ser professor? O dicionário, grande manual da sala de aula, ilustra esse profissional como o “aquele que leciona em algum estabelecimento de ensino”, ou ainda, o “indivíduo que se dedica a dar aulas sobre certo tema”. Mas, será que é somente isso? Antes de tudo, ser educador é uma missão. Exige doação, comprometimento e cuidado. Sim, cuidado com a vida de cada aluno.

No Brasil, 15 de outubro, é o Dia do Professor. Sua origem se deve ao fato de que, em uma data de 15 de outubro, o Imperador Dom Pedro I ter instituído um decreto que criou o Ensino Elementar no Brasil, em 1827, com a criação das escolas de primeiras letras em todos os vilarejos e cidades do país.

Hoje, a nação brasileira vive sob o temor da violência, da insegurança e refém da economia desleal que favorece grupos e deixa milhões na pobreza. A sétima maior economia do mundo, o país pentacampeão de futebol e maior nação católica do planeta, pode continuar assim? Não estaria fadada ao fracasso? Será que a educação não seria a base para a estruturação e o desenvolvimento integral dos brasileiros?

Continue lendo “Professor: semeador, chamado a cuidar da vida”

Cuidar da casa comum é nossa missão

Cartaz - CM - 2016.jpgOutubro é o mês missionário. A Igreja prepara material próprio com tema e lema, ajudando refletir algo em comum. Normalmente segue a reflexão do tema da Campanha da Fraternidade feito durante a quaresma.

O Mês das Missões, é um período de intensificação das iniciativas de animação e cooperação missionária em todo o mundo. O objetivo é sensibilizar e motivar o espírito missionário de todos os batizados, despertar vocações missionárias e realizar a Coleta no Dia Mundial das Missões, penúltimo domingo de outubro (este ano dias 22 e 23), conforme instituído pelo papa Pio XI em 1926.

 

Continue lendo “Cuidar da casa comum é nossa missão”