Cuidar da vida à exemplo de São Francisco

140cf3eead00d10abc7d66c10c48a855.jpg

Enquanto caminhava, observou um pequeno e delicado inseto no chão. Com muito carinho o recolheu, retirou-o do meio da estrada e o colocou na margem, afim de que as pessoas que por aí passassem não o esmagassem.

Prosseguindo a caminhada, um pouco mais adiante, parou próximo a uma colmeia. Lá retirou de seu hábito um recipiente com mel e o depositou dentro da habitação das irmãs abelhas. Fez isso para que elas se alimentassem e sobrevivessem, pois era tempo de inverno e a comida se fazia escassa.

Você consegue imaginas essas cenas? Reconhece a personagem de quem falo? Sim, se imaginou, é Francisco de Assis, um dos mais conhecidos no mundo. Recordamos essa figura importante na história da humanidade e da Igreja. Os exemplos deixados acima são simples, porém reais. Francisco, realmente, tinha atitudes assim e, se pararmos para analisar tais fatos, embora sejam modestos, demonstram o grande amor e cuidado que ele tinha pela vida, maior presente de Deus.

Francisco via em toda criação a presença do próprio Deus. Por isso, cuidava e amava todas as criaturas, chamando-as e considerando-as suas irmãs. Assim como zelava pela vida das pequenas criaturas, dava a mesma atenção às maiores. Pássaros, animais selvagens, peixes e, de modo particular, aos seres humanos. Dedicou grande parte de sua vida ao cuidado dos leprosos e dos mais pobres da sociedade. Era um verdadeiro promotor da dignidade humana.

Ao mesmo tempo em que se preocupou em ajudar e cuidar da vida de outras criaturas, Francisco também se preocupou consigo. Viveu intensamente, buscou sempre colocar sua vida à serviço de Deus e de seu Reino.

Em nosso tempo se faz urgente a existência de mais pessoas como Francisco de Assis. Pessoas que saibam valorizar e cuidar deste grande presente que Deus nos dá a cada amanhecer, a graça da vida. Quanta violência existe em nosso meio? Quantas mortes prematuras? Quanta discórdia e falta de amor?

Olhemos para Francisco de Assis e busquemos nele essa inspiração para fazer a diferença. Para construirmos um mundo melhor, desde as pequenas atitudes, no cuidado com as pequenas criaturas até as maiores. Para construirmos uma sociedade mais justa, mais humana, mais fraterna, onde reine a paz e o amor.

É possível, basta que cada um seja, no seu dia a dia, um novo Francisco de Assis. Ou, quem sabe até, um novo Cristo como fez o Poverello de Assis.

Paz e bem!

13873228_709317255872710_5065482833651376124_nCristian Martins Almeida tem 19 anos. É postulante da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos do Rio Grande do Sul.

Natural de Caxias do Sul, pertence à Paróquia Santa Fé. Ingressou na Ordem Capuchinha em 2015, residindo em Flores da Cunha (RS). No início de 2016, mudou-se para Pimenta Bueno (RO) para o Postulado. Nesta terça-feira, 04 de outubro, dia de São Francisco de Assis, Cristian será admitido como noviço capuchinho. Passará a residir, a partir de então, em Marau (RS).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s