RS realiza 14º Encontro Estadual de CEBs

imagem_03Com o tema “Comunidade: Igreja de base, fermento da nova sociedade” e o lema “Vinho novo em barris novos” (Mc 2,22), será realizado em Farroupilha, diocese de Caxias do Sul, o 14º Encontro Estadual de Comunidades Eclesiais de Base. O evento ocorre de 21 a 24 de abril no Parque da Fenakiwi.

O encontro contará com muitos momentos de reflexão, plenárias, estudo, oração e celebração. Deverão participar caravanas de todas as quatro arquidioceses e 14 dioceses gaúchas. No dia 22, os destaques são a realização de 11 miniplenárias tratando de diversos temas que são desafios na vida da comunidade e, às 19 horas, o início de uma caminhada luminosa no Santuário Diocesano de Caravaggio.

No domingo 24, dia do encerramento, haverá a leitura e aprovação da carta do encontro, entrega e avaliação do evento, celebração do envio e conclusão do encontro com almoço de confraternização. “No impulso do Papa Francisco, queremos uma Igreja em ‘saída’. Saída de uma Igreja fortaleza, que protegia os fiéis contra as liberdades modernas, para uma Igreja hospital de campanha que atende a toda pessoa que a procura, pouco importa seu estado moral ou ideológico”, salienta padre Adilson Zilio, coordenador do 14º Encontro.

Conforme a mensagem dos 72 bispos presentes no 13º Intereclesial de CEBs, realizado no mês de janeiro de 2014 em Juazeiro do Norte (CE), eles afirmam que reconhecem nas CEBS “o jeito antigo e novo da Igreja ser. Muito nos alegraram os sinais de profecia e de esperança presentes na Igreja e na sociedade, dos quais as CEBs se fazem sujeito. Que não se cansem de ser o rosto da Igreja acidentada, ferida e enlameada por ter saído pelas estradas e não de uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças, como nos exorta o Papa Francisco”.

Confira abaixo a programação o Encontro:

Dia 21 de abril de 2016 (quinta-feira – feriado de Tiradentes):
– 14h – Chegada.
– 16h – Celebração de abertura.
– 18h – Acolhida pelas famílias (Jantar nas famílias).
Dia 22 de abril de 2016 (Sexta-feira):

– 8h – Mística Inicial – a cargo da Diocese de Osório

– 8h45min – Estudo do Ver: A realidade das dioceses (Como está a Igreja do RS) Análise de conjuntura sócio-política-eclesial, levando em conta a realidade e os desafios das dioceses. (Quais são os maiores desafios/gritos das dioceses?) – Assessoria da parte da manhã: Frei Flávio Guerra (Permanente), Bruno Lima (2), Jaques Alfonsin (1).

– 10h – Intervalo

– 10h 30min – Retomada

– 11h30min – Almoço

– 13h – Animação e Mística

– 13h15min – Estudo do Julgar: A partir da Palavra de Deus e dos documentos da Igreja (ESI), que luzes trazem para a nossa realidade. * Aprofundamento da importância da vida em comunidade – a identidade de CEBs, com assessoria de D. Leomar.

– 14h15min – Encaminhamento para as miniplenárias e lanche nos locais.

– 15h – Miniplenárias (11 miniplenárias com aproximadamente 100 pessoas)

1- Comunidade e diversidade religiosa.

2- Comunidade e os desafios do mundo urbano.

3- Comunidade: famílias e suas diversidades.

4- Comunidade e juventudes.

5- Comunidade e o protagonismo dos leigos e das leigas.

6- Comunidade e organização política.

7- Comunidade e meio ambiente: cuidado com a casa comum.

8- Comunidade e agroecologia.

9- Comunidade e missionariedade: uma Igreja em saída.

10- Comunidade e a diversidade de gênero.

11- Comunidade e protagonismo feminino.

– 18h – Encaminhamento para os ônibus

– 19hs – Início da Caminhada luminosa dos mártires na encruzilhada de acesso à rua de saída do Santuário.

Dia 23 de abril de 2016 (Sábado):

– 8h – Mística inicial do dia – Diocese de Cachoeira do Sul

– 8h30m – Memória do dia anterior, plenária das miniplenárias e estudo do Agir: Assessoria: Pe. Wilson Groh, Frei Flávio.

– 10h min – Intervalo

– 10h 30min – Fila do Povo

– 12h – Almoço

– 13h – Animação e Mística

– 13h 30min – Mesa redonda com os assessores.

– 15h 15min – Intervalo

– 15h 45min – Momento por Diocese para escolherem seus compromissos.

– 17h – Encerramento da parte de estudo e encaminhamento às comunidades.

– 18h – Celebração e jantar nas comunidades (Por isso, cada diocese ficara junto na mesma comunidade). “Diocese que será acolhida organiza a celebração.”

Dia 24 de abril de 2016 (Domingo):

– 9h – Animação e Acolhida.

– Leitura e aprovação da Carta do encontro.

– Entrega e realização da avaliação do 14º Encontro.

– 10h – Celebração do envio (no local do encontro).

– Almoço de encerramento.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s